O que a assessoria de imprensa raiz tem a ensinar

Na contramão desse mundo conectado em que tudo muda o tempo todo, alguns clientes nos trazem de volta para o início e refrescam a memória com o real motivo da escolha pela comunicação.

Nos últimos nove meses, abraçamos um projeto muito trabalhoso, mas que acariciou a alma. Tive o prazer de resgatar a assessoria de imprensa em seu formato mais puro através da Seja Digital, a instituição não governamental e sem fins lucrativos responsável pela operacionalização da migração do sinal analógico de TV para o sinal digital no Brasil.

Quando fui convidada pela Sonia Maggiotto para atender a região de Ribeirão Preto, não tinha noção do tamanho do desafio e ainda menos do quanto seria gratificante. Foram meses de assessoria de imprensa raiz, com envio de releases, produção de áudios, coletivas de imprensa, maratona de entrevistas. Visitas a redações grandes, redações pequenas, redações de uma pessoa só. Estreitamos o relacionamento com as emissoras de TV e grandes veículos locais, mas também colocamos o release embaixo do braço e percorremos rádios comunitárias de cidades da região com nossos porta-vozes. Encontramos jornalistas que lutam com amor para manter redações ativas e continuar levando informação para a população.

No relacionamento com as comunidades conhecemos histórias de garra, de fé. Pessoas simples que têm na TV a única forma de entretenimento. Ou a única companhia. Pessoas que, se não fosse pelo nosso trabalho de disseminar a mensagem do desligamento do sinal analógico e do direto ao kit gratuito, teriam ficado sem TV.

A recompensa foi ainda maior quando, além da região de Ribeirão Preto e Franca, conduzimos a assessoria de imprensa das regionais São José do Rio Preto, Bauru e Presidente Prudente. Reproduzimos com sucesso tudo que fizemos aqui. Ao todo, foram 98 cidades digitalizadas e atendidas pela Conceito Comunicação e cerca de 3.800 clippings. Um trabalho árduo de uma equipe que se dedicou e fez acontecer. Um marco tecnológico que no futuro nos dará orgulho ao lembrarmos que fizermos parte.

A fala da gerente regional de Ribeirão Preto, Vandreza Freiria, resume bem o que foi a Seja Digital. “O desligamento do sinal analógico de TV acontece com a certeza de que cumprimos nosso papel, empenhados em levar os cidadãos ao encontro de seus direitos e a sociedade ao encontro da dignidade humana. Esta forma de ver o mundo e a função social da Seja Digital marcou a dinâmica do trabalho.”

Que venha o futuro da comunicação, mas que a gente nunca deixe a essência para trás.

Carla Valentim

Relações Públicas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: