Há tanta vida lá fora

Há alguns dias, recebemos a notícia da última impressão do centenário Jornal A Cidade, de Ribeirão Preto, minha cidade. Inevitável, para os moradores e para nós, que trabalhamos diretamente com assessoria de imprensa, o misto de tristeza (pelos amigos que deixam o dia a dia do periódico), de pesar (pelo fim de mais um veículo impresso) e de reflexão acerca das mudanças, cada dia mais velozes, no mundo da comunicação.

Inevitável também o filme que passa em minha cabeça sobre evolução da comunicação nas últimas duas décadas. Da evolução dos aparelhos de mobile, que hoje substituem quase que totalmente computadores, até as ferramentas e canais para a difusão de mensagens importantes. Vivemos em um mundo totalmente novo, no qual a internet, as TIC’s (tecnologias da informação) e a conectividade transformam diariamente a nossa existência.

Em um globo cada dia mais on-line, as interações reais são ainda fundamentais e relevantes para que as organizações estejam conectadas com seus públicos. A comunicação e o marketing, como diria Phillip Kottler, passa a ser 4.0. E o processo estratégico de comunicação das empresas neste novo mundo 4.0 deve estar ainda mais atento a construção de relações reais com seus públicos (internos, externos, on-line e off-line, governo, fornecedores, comunidade…), tanto no ambiente virtual quanto no mundo off-line.

Desde os primórdios com Ivy Lee, as relações públicas surgem com o objetivo de organizar as relações entre as empresas e seus públicos, afim de promover uma verdadeira interação, bem como consolidar uma percepção positiva e de valor das companhias perante o público. Ivy Lee reescreveu a forma como as empresas se posicionavam, ao sustentar a humanização dos modelos de negócio e, principalmente, a transparência ao defender que o público sempre deveria ser informado. Como já dizia o professor James Grunig, “a vida consiste em um constante processo de negociação e de colaboração. E a comunicação é uma das formas eficazes de negociação e de colaboração”.

A internet, a conectividade e as recentes (e super populares) mídias sociais derrubam as barreiras geográficas, as hierarquias nas relações torna o consumidor muito mais ativo e inclusivo. Todo mundo passa a ser autor e a replicar mensagens nos mais variados cenários. Passamos a viver em uma hierarquia horizontal nos relacionamentos e é preciso estratégia, planejamento, análise crítica e muito monitoramento para fortalecer essa relação. E é neste cenário que o profissional de relações públicas propõe soluções para fortalecer a imagem das organizações, estabelecer relações sólidas com os stakeholders (outra palavra utilizada para público), bem como proporcionar sempre uma experiência melhor, minimizando os ruídos.

Ao longo dos anos, a assessoria de imprensa tem sido carro chefe de grandes agências de comunicação. E ela jamais deixará de existir, pois o jornalismo de qualidade se torna urgente mais necessário diante da disseminação irresponsável de notícias falsas e sem apuração.

A relação entre agências e redações seguirá, em um outro ambiente, agora muito mais interativo, veloz e democrático: o ambiente on-line. Mas em um mundo de constantes mudanças, há tanta vida além da assessoria de imprensa. Há tanta vida dentro das estratégias de relações públicas. Elas não são instantâneas e muito menos milagrosas, mas quando executadas de forma sistemática, ousadas e com personalidade, criam experiências novas e inesquecíveis. Quem se lembra do bilhetinho escrito a mão pela equipe de relações públicas do O Boticário para Lulu Santos que rendeu milhares de compartilhamentos nas redes sociais?

Marcela Barbin / Relações Públicas

mar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: